FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES
WJDW

sábado, 3 de dezembro de 2011

Delegacia Virtual Otimiza o Tempo de Resposta no Mato Grosso do Sul



Esta Delegacia Virtual tem como área de atuação somente o Estado de Mato Grosso do Sul

Para fazer o registro de boletins de ocorrência nem sempre é necessário que o cidadão se dirija até uma delegacia de polícia. A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio da Polícia Civil, disponibiliza a Delegacia Virtual (Devir), que somente durante o mês de maio já realizou 1.391 atendimentos. Na Devir é possível informar à polícia sobre furtos, extravios de objetos e documentos ou pessoas desaparecidas – mesmo procedimento também disponível nas delegacias convencionais.

De acordo com balanço das atividades do mês de maio, a maior demanda de procura pela Devir é para o registro de extravios. Foram 1.295 extravios no último mês – índice bastante acima dos casos de furtos registrados através do site, que indicou 96 casos. Em relação aos boletins de desaparecimento de pessoas, não foi registrada ocorrência.

Tempo/Resposta

A população pode acessar a Devir pelo site http://devir.pc.ms.gov.br . Os boletins registrados têm a mesma validade jurídica de um registro feito em uma delegacia comum. Desde o início do mês de março, o registro de boletins de ocorrência está mais ágil com um novo layout da Delegacia Virtual. Os internautas que passavam por quatro passos para efetuar o B.O. digital precisam apenas de um passo para o mesmo atendimento.

De acordo com o supervisor da Delegacia Virtual, investigador de polícia Adilson Rodrigues da Costa, com a facilidade no acesso à internet, e principalmente uma linguagem fácil com tempo de resposta rápido, tem aumentado o acesso ao site da Devir. “Hoje temos a democratização da internet com acesso em Lan house ou na própria casa do internauta. O perfil de quem utiliza os serviços da delegacia virtual também mudou com acesso de pessoas das classes A e B no fim de 2005, época da criação do site e hoje com internautas da periferia, de todas as classes sociais”, informou.

Adilson Rodrigues faz questão de ressaltar a importância da delegacia virtual para o atendimento das pessoas e uma forma de desafogar as filas das delegacias convencionais. “A delegacia virtual traz comodidade e facilita o atendimento. “Um boletim de ocorrência, por exemplo, é feito em apenas 20 minutos pelo site”, comentou. O BO é realizado de graça tanto na delegacia virtual quanto física.

Ele lembra que os internautas podem acessar diversos serviços como o de denúncias com identificação opcional. São denúncias de violência contra menores, idosos, mulher, pontos de vendas de entorpecentes, perturbação da tranquilidade, ambiental, entre outros. “São diversos serviços que a população está buscando com mais facilidade e que acabou tornando este canal de comunicação mais acessado entre os sites do governo do Estado”, afirmou.

Serviço Social

Ao acessar a delegacia virtual, o internauta vai encontrar na tela quatro links com serviços de B.O. on-line, desaparecidos, denúncias e procurados.

Delegacia Virtual do Mato Grosso do Sul

No B.O. on-line, por exemplo, é possível encontrar ícones que representam os mais diversos tipos de atendimento como furto e extravio de documentos, de celular, palm/handheld, de objetos, além de desaparecimento de pessoa. O site disponibiliza também a relação de desaparecidos com fotografias.

O supervisor da Delegacia Virtual lembra que é importante preencher todos os dados para não receber recusa do sistema. “Pedimos que o usuário não abrevie nomes e que tenha um cuidado especial ao informar o e-mail”, alertou. No caso de furto ou extravio de folhas de cheques é preciso informar a agência, conta corrente e se possível o número das folhas extraviadas/furtadas.

No caso de pessoas desaparecidas, Adilson Rodrigues orienta informar detalhes importantes como, por exemplo, de uso de tatuagem, se tem uma mancha e “se estava com um veículo, informar a placa, a marca e a cor”, orientou. Ele explica ainda que para pessoas desaparecidas, o parente não precisa mais esperar 24 horas para fazer a denúncia. Ele também reforça a participação de internautas para auxiliar os trabalhos da polícia. “A polícia orienta para que a população participe com denúncias porque não precisa se identificar e agradecemos este papel social”, concluiu.

19 comentários:

  1. quero denuciar um homem que ouço sempre ele humilhando a esposa dele eu ouvi de minha casa os gritos da mulher dele nesse dia ele bateu nela e nao foi pouco pq na segunda feira ela tava com lesoes nas costas paresse marca de sato e o rosto muito inchado de tanto chorar ele passa pela gente fingindo que ta morrendo de amor por ela a policia tem que paga esse homem montro

    ResponderExcluir
  2. preciso denunciar mas nao posso me identificar pois tenho medo que algo me acontece e aos meus familiares, mas nao da pra deixar isso acontecer mais um mulher q se chama denise figueiredo dos santos moradora da rua marques de oliveira em ramos numero 322 casa sofreu muitos maus tratos com um homem q estava vivendo ate poucos dias mas e sempre asim eles brigam e voltam e tudo acontece de novo e no meio tem uma criança q nao e filho dele e dela com outro relacionameto e ele maltrata esse menino muito e deve ate ameaçar eles mas o amor q ela tem por ele deixa a cega ele bate muito nela ela concerteza deve estar cheia de marcas pq ele esta com o rosto marcado de unhas ele esta de volta aqui na mae dele na rocinha mora no beco co rato nao sei direito o numero mas todos conhecem ele ele e taxista filho de bethe esse beco fica proximo ao bobs thiago rosa todos ali conhecem peço q façam algo pq nao pode continuar isso qualquer dia eles se matam e por ser morador de onde e vcs sabem o conhecimento dele e muito desde criança mora aqui na rocinha. por favor nao deixe isso em pune façam uma averiguaçao ele tem q pagar por isso tudo q ja fez e faz com ela tenho certeza q ela tem medo de denunciar ele por algum motivo e ate mesmo a segurança de seu filho.

    ResponderExcluir
  3. quero saber como posso conseguir uma ordem judicial para que meu ex marido fique longe de mim e das minhas filhas hoje ele me agrediu ma frente delas e elas estao apavoradas tenho medo que ele pegue elas na escola e suma com elas,depois que ele saiu daqui ele voutou estava com a chave mais eu havia posto outro cadeado e ele quebrou parte do meu muro puxando o portao eu estou com muito medo do que ele pode faser comigo por favor me ajubem

    ResponderExcluir
  4. Depois do incidente, quanto tempo tenho para realizar o boletim de ocorrencia?

    ResponderExcluir
  5. estou gravida e minha gravidez de alto risco oa meu marido saber me humilha com palavras e estar fazendo de td q eu tenha um aborto até remedio ele comprou o que devo fazer com issso pois até fome ele me deixa passar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc tem 6 meses para registra um boletim de ocorrência.Espero ter ajudado

      Excluir
  6. Olá, estou aqui para denunciar o Hospital da Mulher de São João de Meriti.
    Pois a paciente está com as plaquetas sanguíneas a 9% e não tem recurso para realizar o exame que constatará se a paciente está ou não com dengue, sendo que a paciente está grávida de 3 meses.
    E mais um detalhe até agora ninguém fez a transferência da mesma.
    Desde já agradecido, espero que possa ser atendido com certa urgência.
    Pois corre risco de vida e já tentei vários canais de atendimento e ninguém absolutamente ninguém me deu uma solução.
    Já tentei falar com a direção do hospital, com a secretaria de saúde e com a corregedoria e nada.
    Paciente Ana Paula Castro de Souza.

    ResponderExcluir
  7. minha mae precisa de ajuda,por favor entrem em contato comigo,mas eu vou passar o numero do meu pai (991085214) é o namorado da minha mae,eu me chamo Nicole e tenho 12 anos e ninguém sabe q eu to fazendo isso

    ResponderExcluir
  8. BO registrado hoje no 37 pela Sra. Aline Eliete de Aguiar. ( vitima )
    Dr. Célio Donizete Ferreira - Ortopedista do Dom Bosco em ARAXA MG... Bate em amante e ameaça de morte a mesma junto a criança (filho mesmo). Motivo: Amante quer terminar o relacionamento devido a violencia e humilhaçoes.
    Vamos ajudar antes que o pior aconteça. O caso é sério. O Doutor é perigoso e a população deve ser informada. A vitima esta com muito medo devido a posição do Doutor na sociedade e as ameaças... Temos que desmascarar o mesmo, pelo menos isto. Ajude, por favor. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  9. Somos reféns nas mãos destes homens que escolhemos para ser nossos companheiros e julgamos estar acolhidas e amadas por eles. Muitas vezes nos dedicamos e damos importância para estes, confiamos, pedimos opiniões, geramos nos vidas entorno deles, fazendo o máximo que podemos para atende-los, muitas das vezes deixando eles em primeiro lugar os anos passam e vamos nos anulando, nos magoando, nos sentindo deixadas de lado, com isso começamos as indignações, revoltas, por muitas vezes procurar para conversar e tenta coloca para fola o que estamos passando, porém eles não querem saber o que se passa na nossa insatisfação, pois só querem saber de uma carinha sorridente, nunca dos nossas angustias. Muitas vezes ficam calados enquanto vamos desabafando como não falam, não conversam inicia a agressão verbal e logo vem a agressão física com sutes, beliscões, tapas. Tudo se acalma com o passar do tempo, eles nos procuram para atender suas necessidades físicas e esquecem que temos sentimentos e a magoa das agressões não saem, nós nos fechamos seguimos o convívio se forma triste, acoadas, sem saber por onde seguir e o que é pior sem ter a dignidade de sair desta relação e virar a página da vida para ter um novo recomeço. Somos covardes, impotentes com nós mesmas. Nem para fazer um B.O. temos coragem, com medo que chamem estes que pensamos amar e sofrer ainda mais. Como é triste perder a coragem de viver. Deus nos proteja.

    ResponderExcluir
  10. Meu nome é maria e tenho 19 anos e não aguento mais, meu pai me tem como um bixo em casa, Não me deixa ir a igreja e hoje ele me bateu muito pq estou namorando e ameaçou matalo por favor pesso ajuda não sei como lidar com a situação! Meu número é (84)9 8139-3537 e (84)9 9102-9090.

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho 15 anos não vo me identificar pois tenho medo que aconteça algo comigo ou familiares, comecei a estudar em uma escola de músicas la perto da minha madrinha e o dono dela sempre me pedia pra trabalhar la que eu tenho um grande potencial pois eu sei muito sobre informática e tals ai cobversei com os meus pais eles deiram com a condição que nao atrapalhasse os estudos ele adoro e me faz ir de seg quarta quinta e sábado fico das 14h as 9h da noite e eu percebi com que eu eu fui conversando com ele que ele estava dando em cima de mim nao sabia se era coisa da minha cabeça deixei queto, eu ia trabalhar ele vinha passava a mão em mim eu não permitia tirava a mão dele mas ele voltava e um dia acabei ficando sozinha na escola com ele e ele me tranco na sala nessa sala tinha um cochao pois ele morra na escola ele venho pra cima de mim eu me devendi o maximo que conseguia mas ele era mais forte ele venho me beijar arranquei um pedaço da boca dele não parava de sai sangue e ele fico com raiva e me aperto toda eu griteii mais ninguém me escuto varias vezes acontecia isso eu não quero mais trabalhar la mas de qualquer forma vo pra la pois faço o curso e ele e meu prof e esses dias eu conversei com ele falei que se ele tenta se fazer algo iria denúncia ele pego um ódio de mim n olha mas na minha cara so q ele namorava e a namorada dele descobriu mas n sabia quem era mas que ele tava ficando com alguem so que ele tem 21 eu so tenho 15 ele e um tarrado até hoje mesmo estranho comg gracas a deus nao fico mas sozinha com ele ele ainda tenta da em cima de mim mas n e como antes me agarrando pelo menos agora tem gente ao redor ele n me adedia como antes pois fico bravo que ei disse que iria denúncia so que meus pais não sabem e eu quero fala isso pra eles é horrível e eu queria muito denuncialo n sei se ele faz isso so comg ou se faz com mais alguem sei que ele namora ta noivo e fica me acediando quando ele tava sozinho comg ele abria a calça eu corria e me trancava no banheiro até alguém aparece não sei oq fazer preciso de dinheiro mas não quero mais trabalhar lá e muito ruim e não sei onde vo arruma um emprego preciso ajuda meus pais a pagar as contas ........
    Não sei se arrumo algum policial pra da um susto nele mais precisa ser na frente da namorada dele não sei uq faço sei q por eu te falado q ia denúncia ele mal ke da aula direito ele da aula para todos os alunos ai eu vo pergunta algo ele me deixa falando sozinha.

    ResponderExcluir
  12. Peciso denunciar uma pessoa, ele bebe e vive agredindo a esposa verbalmente, como não consegue atingi-la ele então chama a mãe dela ja falecida de puta, ele vive no computador recebendo nudes da ppropria tia. ele abusa demais dela dizendo que não transa com ela que prefere qualquer outra a ela, ela ja mandou ele saiir mais ele nao sai de casa o que ela tem que fazer ja que ela sente nojo e odio por ele devido as agressooes verbais sofridas.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia.
    Qro denunciar meu irmao Sergio q me ameaçou de morte.
    Cm faço?

    ResponderExcluir
  14. Quero denunciar meu namorado q mim bateu com chutes e porradas estou td marcada.

    ResponderExcluir
  15. Quero denunciar meu namorado q mim bateu com chutes e porradas estou td marcada.

    ResponderExcluir
  16. quero denunciar meus vizinhos por racismo e humilhação contra minha pessoa, chega final de semana tenho que ir para casa de alguem para não ficar ouvindo a grosseria e falta de educação destes maloqueiros. Estou ate ficando com minha saude emocional afetada. Por favor me ajudem antes que eu faça uma besteira. Não aguento mais ser humilhada por esta gente.

    ResponderExcluir
  17. quero denunciar meus vizinhos por racismo e humilhação contra minha pessoa, chega final de semana tenho que ir para casa de alguem para não ficar ouvindo a grosseria e falta de educação destes maloqueiros. Estou ate ficando com minha saude emocional afetada. Por favor me ajudem antes que eu faça uma besteira. Não aguento mais ser humilhada por esta gente.

    ResponderExcluir
  18. Vivo em união estável registrada em cartório. Neste meio tempo compramos um AP.ele tem 2 filhos que eu criei Desculpas de pequenos.o valor do apartamento gerou um grande problema pois os filhos com venceram o pai que o ap teria que ser vendido.eles ficaram alucinados com a valorização do imóvel.aí começou um inferno sem fim na minha vida.pois não concordava com a venda pois era o único chão que tinha . consequentemente isso desencadeou uma violência muito grande que começou com xingamentos tiraram meus direitos dentro de casa tentaram tudo tipo de umilhacao que podiam fazer para que minha vida se tornace insuportável. Fui aguentando calada pois não tinha como me sustentar e nem aonde morar.estou em tratamento na perna e uma deprecao que tem me consumindo aos poucos devida aos maus tratos.se não bastace quando eles viram que eu não saia mesmo em uma discussão sem muita relevância corriqueira. Eles aproveitaram e chamaram a polícia para mim alegando que eu estava maltratando idoso que era o pai deles meu marido.não entendi o que aconteceu pois neste momento meu marido também tentou me matar me em forçando com as duas mãos.Fiquei sem chão pois nunca imaginei que ele poderia fazer uma coisa desta.antes da polícia chegar ainda fui ameaçada de que se decepcionar parte deles eles iriam envererte a situação falando que eu e que tinha agredido eles.a polícia constatou que ali assava a vendo uma tradição sem limites.Em fim tenho 3 filhos em netos tive quenão lavrar o boletim pois a vida de meus filhos está em jogo.a única solução foi me afastar e ir para a casa de minha filha temporária mente para fugir de não ser morta.fui Obrigada a sair calada de minha casa para preservar minha integridade física e dos meus filhos.eles ficaram no AP que era tudo que eles queriam doente sem rumo sem nada hoje vago de casa em casa aceitando ajuda de pessoas boas que sabem da minha diguinidade e quem sou como ser humano.me arrependo hoje de não ter feito a denúncia.tenho tentado convencer eles da venda do ap mais toda vês que um corretor vai lá eles atrapalham a venda.já não sei mais o que fazer.estou em outro estado pois tenho receio deles.achava que conhecia meus direitos mais hoje vejo que estou no meio de um oceano de lama me ajudem.tenho que voltar a viver sem medo.Obrigada. Meu email é gorette_2008@Hotmail.com

    ResponderExcluir